homem_escolhe_livro

Sugestões de Leitura – Junho

Em Qualquer lugar para sempre /Inês Bonfim Madeira

Resultado de imagem para Em Qualquer lugar para sempreSinopse:

Quando naquele dia Lilim se encontrou com o pai, não poderia imaginar que tal alteraria o rumo do seu futuro e as lembranças do seu passado. O aparecimento de Alahar, tão enigmático como atraente, provoca um novo e delicioso abalo na jovem, ainda que suscite a desconfiança de outros. Além disto, Mill, o amigo de infância, tornou-se num homem inquietante com o qual não sabe lidar.
Enveredando numa viagem dura marcada por segredos e amores que sobreviveram ao longo das guerras, Lilim depressa compreende que existem batalhas ocultas a travar.
Cederá à tentação de descobrir o que Alahar esconde sob a sua nuvem de sedução ou abraçará o entendimento simples de Mill? Dividida entre dois homens, conseguirá Lilim unir forças para deter as ameaças que se aproximam?
Uma história de ressentimentos antigos, magia e paixão, que prova que mesmo os corações mais negros podem ser salvos pela luz do amor.

Para mais informações e reserva consulte link: http://bmscd.bibliopolis.info/opac/default.aspx?ContentAreaControl=ShowRegHoldings.ascx&

Os meus Pais / Joel Pinto

Imagem da CapaSinopse:

“Os meus dois Pais” é um romance que retrata o percurso de vida de Eduardo e Tiago ao longo de quase vinte anos. Conheceram-se na mais badalada discoteca portuense e o seu amor foi à primeira vista. Quando a vida lhes corria às mil maravilhas, eis que uma mera noite de traição com a ex-namorada deita por terra todos os sonhos previamente idealizados, ao saber-se que Tiago vai ser pai. Obrigado a um casamento contra a sua vontade, para não ficar afastado do seu filho, as vidas de ambos mudam radicalmente de rumo e de sentido.
Anos mais tarde, e depois de uma tragédia, o reencontro de ambos acontece e a chama que havia outrora entre eles, reacende-se. Mas agora, Tiago tem que pensar no seu filho Rodrigo. Serão os dois capazes de cumprir esta missão, educar aquela criança e viver o seu amor?
Esta é, assim, uma história de amor, contada pelos olhos de uma criança que se tornou Homem cedo demais; também ele, acabou por amar de forma incondicional aqueles dois homens, que ele considerava os seus dois pais.

Para mais informações e reserva consulte o link em: http://bmscd.bibliopolis.info/opac/b.aspx?CLI=SCDAO&X1=SCD_Catalogo&id=18350

A Cada um o seu Lugar / Irene Flunser Pimentel


Imagem da CapaSinopse:
 

Um “lugar para cada um e cada um no seu lugar” era uma das normas preferidas de António Carneiro Pacheco, ministro da Educação Nacional de Salazar. Esta frase podia ter sido proferida pelo próprio Salazar ou por um dos principais mentores do seu regime: indica elitismo, uma vontade de manter compartimentações sociais estanques – sem mobilidade profissional, social e política – e revela uma noção determinista segundo a qual cada um nasceria com a missão de desempenhar determinada função. A frase também se aplicava evidentemente às mulheres, às quais o Estado Novo atribuiu um lugar e um lugar e um papel específicos – diferentes consoante a classe a que pertencia – no seio da família e da sociedade.  

Para mais informações e reserva consulte o link em http://bmscd.bibliopolis.info/opac/b.aspx?CLI=SCDAO&X1=SCD_Catalogo&id=5009

 

No reino da feitiçaria / N.A. Molina 

Sinopse:

No Reino da Feitiçaria é um valioso instrumento de consulta e de trabalho, já que reúne informações importantes sobre Astrologia, Cartomancia, Quiromancia, Gênios, Magia Branca e Magia Negra, com rituais da Missa Negra e um compêndio com exorcismos, oferendas e despachos, na maior parte das vezes extraídos de manuscritos milenares, principalmente os deixados por São Cipriano.

Para mais informações e reserva consulte o link em: http://bmscd.bibliopolis.info/opac/b.aspx?CLI=SCDAO&X1=SCD_Catalogo&id=18354

Sem medo / Tim Gill

Imagem da CapaSinopse:

O Sem medo vem incluir-se no debate cada vez mais vigoroso acerca do papel e da natureza da infância no Reino Unido. Ao longo dos últimos trinta anos, actividades que gerações anteriores de crianças desfrutavam sem pensar duas vezes foram rotuladas de perturbantes ou perigosas, e os adultos que as permitem são apontados como irresponsáveis. Sem medo argumenta que a infância está ser minada pelo crescimento da aversão ao risco e pela sua intrusão em todos os aspectos das vidas das crianças. Isto restringe as brincadeiras das crianças, limita-lhes a liberdade de movimentos, corrói as suas relações com os adultos e limita a sua exploração dos mundos físico, social e virtual.

 Para mais informações e reserva consulte o link em: http://bmscd.bibliopolis.info/opac/b.aspx?CLI=SCDAO&X1=SCD_Catalogo&id=17483
Chocolate à Chuva / Alice Vieira

Imagem da CapaSinopse:

Em “Chocolate à Chuva” (terceiro volume da trilogia que começa com “Rosa, Minha Irmã Rosa” e prossegue com “Lote 12, 2.º Frente”), Mariana é confrontada, entre outros problemas, com um bem difícil: o divórcio. Os pais da Rita, sua amiga de sempre, tomam essa decisão. É a ruptura. É o fim da “”casa da Rita””, é o “”tremer”” das coisas sólidas. Mariana vai entrar no emaranhado dos “”quês”” e “”porquês”” e vai sentir-se impotente para ajudar a Rita. Mas “Chocolate à Chuva” é também uma maneira fascinante de acompanhar o crescimento de uma adolescente atenta não só ao que se passa em redor dela mas também à sua própria evolução.
A Bruxa Lili Detective
Imagem da CapaSinopse:
Alguém roubou a bicicleta da mãe da Lili! Não há pistas nem testemunhas; passou-se tudo num abrir e fechar de olhos. Por sorte, a Lili poderá usar os seus truques mágicos e a sua astúcia para apanhar o ladrão de bicicletas mais manhoso da cidade!
Uma Aventura nas Férias Grandes/ Ana Maria Magalhães
                              

Imagem da CapaSinopse:
Tudo começou quando, por engano, as gémeas entregaram a televisão avariada a ladrões, que fingiam ser mecânicos. O grupo tentou investigar mas não encontrou nada.
Entretanto, Chico chega a casa com a notícia de que o seu primo Luís Miguel vinha passar uns dias na sua casa. No início, Chico encarou mal a situação, mas, quando o conheceu, simpatizou com ele.
Depois de uma boa tarde na praia, os nossos amigos descobrem, através da televisão, que tinha havido vários assaltos a lojas de eletrodomésticos na zona de Lisboa.
Luís Miguel decifra o estratagema dos ladrões e o grupo, através de uma emboscada, tentou apanhar os assaltantes. Durante a vigilância noturna os bandidos descobrem-nos e eles tiveram de fugir. Mais uma vez não correu bem o plano.
Os pais de Pedro necessitavam de uma televisão para ver o campeonato de ténis e alugaram-na na loja do Sr. Bernardo. Ao chegar a “casa”, repararam que a televisão que alugaram, tinha sido aquela que as gémeas tinham entregado, por engano, aos ladrões. Foram investigar à loja do Sr. Bernardo, mas ele negou o roubo e afirmou que tinha sido uma pessoa que lhe vendeu a televisão. Despachando o grupo, ofereceu-lhes de maneira estranha a televisão.
Por essa altura, Pedro convidara Luís Miguel para dormir uma noite na sua casa alugada. Durante a noite, os nossos dois heróis veem, a partir da janela, uma quadrilha a assaltar a loja do Sr. Bernardo. Eles correm para avisar o Senhor, com grande surpresa, era o próprio a assaltar a loja. Bateram-lhes e meteram-nos, fechados, numa cave.
Já de madrugada, Pedro consegue mover o cata-vento que se encontrava por cima da loja e os amigos interpretam esse gesto como um sinal de socorro. Chico, Teresa e Luísa resgataram Pedro e Luís Miguel e denunciaram a situação à polícia, que imediatamente chegou e acabou com a violência entre o grupo, o Sr. Bernardo e a mulher. Eles foram presos.